Marketing Digital

Entenda o que são os anúncios em Redes Sociais e como eles podem ajudar sua empresa

13 de Junho de 2017- Por Renato Pires - Analista de Business Intelligence

No artigo passado, “O que é o Google Adwords e por que ele é importante para sua empresa”, falamos sobre a importância em colocar sua empresa no Google para aproveitar as vantagens que a ferramenta traz. Seguindo essa mesma linha, abordaremos também uma outra forma - tão importante quanto - de anunciar: utilizando anúncios nas redes sociais.

Um pouco de contexto sobre os anúncios de Facebook, Instagram e LinkedIn

As redes sociais existem há anos. Primeiro com o Orkut, em meados de 2004/2005, as pessoas tiveram a oportunidade em socializar de uma forma diferente: utilizando a internet para essa finalidade. Anos depois, com a popularização do Facebook e de outras redes - e a morte do Orkut -, surgiu uma nova oportunidade das pessoas se conectarem, independente da distância física que estavam localizadas.

Essa popularização, como podemos perceber, não ficou somente no Facebook, já que outras redes surgiram: Twitter, Instagram, LinkedIn, Pinterest, Google+ e outras redes entraram no sucesso das redes e tentaram conquistar as pessoas. E nessa tarefa, de tentar conquistar usuários, poucas redes se destacaram - e cada um com sua própria identidade e objetivo.

O império do Facebook

O Facebook começou a explodir em popularidade lá pelo ano de 2007. Desde então, a rede social, idealizada por Mark Zuckerberg, tem crescido e “dominado” parte da internet. Não é incomum que muitas pessoas achem que a internet se resume ao Facebook, e se considerarmos o volume de usuários e o tempo gasto no site, podemos até entender esse tipo de pensamento.

De todas as redes sociais, certamente o Facebook é a rede mais completa em relação às opções. É possível interagir com páginas e grupos (que funcionam de modo semelhante às comunidades do Orkut) utilizando vários formatos de conteúdo: fotos, texto, gifs animados e até vídeos - formato preferido atualmente.

E toda essa praticidade de formatos, aliado ao número de pessoas que estão conectadas diariamente ao site (estima-se que 1,86 bilhões de pessoas estão ativas), criam um excelente cenário para as marcas, que tem a possibilidade de anunciar e divulgar seus produtos ou serviços. Afinal, onde há grande concentração de pessoas, há a oportunidade de uma marca estar presente.

Instagram: seus melhores momentos online

Já o Instagram, que hoje pertence ao Facebook, aplicou o conceito de rede social utilizando uma receita diferente: a priorização de imagens no conteúdo.

Para os fotógrafos ou interessados pelo assunto, foi um prato cheio para a divulgação de suas artes, já que os belos filtros que o aplicativo disponibiliza transformam os momentos comuns em um conteúdo muito mais interessante. Gatos, fotos de comida e de locais públicos dominaram a rede inicialmente, mas hoje o próprio conceito de rede evoluiu, assim como o comportamento de seu público.

E mais uma vez a popularização da rede social despertou o interesse das marcas. Atualmente, é muito interessante que qualquer empresa participe da rede, mas não para falar de trabalho, e sim para mostrar um pouco mais dos bastidores e reforçar a força pela marca e tudo que a rodeia. É claro que vez ou outra, dependendo da oportunidade, a divulgação de um produto ou serviço vai acontecer, mas o próprio “comportamento” da rede mostra que isso soa estranho e de maneira deslocada.

LinkedIn: a rede social para trabalho

Por último, e não menos importante, temos o LinkedIn, uma rede social voltada para o trabalho. Nela, os usuários poderão criar perfis profissionais para montar uma “rede de negócios”, e também se conectar com diversas empresas. É uma excelente maneira de compreender o mercado, receber oportunidades de emprego e fortalecer sua carreira profissional.

Recentemente comprada pela Microsoft, o LinkedIn ganhou mais força e relevância para os usuários. Já que a ferramenta voltou a receber atualizações e melhorias. Hoje, é bastante comum que um bom profissional seja abordado pelos headhunters, independente da área que atue.

E o que todas as Redes Sociais têm em comum?

Independente do seu objetivo, seja ele para a divulgação de fotos, interação entre pessoas ou profissionais, ou qualquer outro objetivo que possa existir, as redes sociais são uma grande oportunidade para as empresas que desejam estar em evidência para divulgar o que fazem.

Além de serem mais econômicas, quando comparadas à mídia tradicional, as redes sociais possibilitam o melhor direcionamento dos anúncios, já que os hábitos dos usuários fornecem muitos dados que podem ser utilizado para tal finalidade. Se quisermos anunciar para o público interessado em tênis de corrida, por exemplo, temos a possibilidade de direcionar nossos anúncios para esse público. Esse poder de segmentação é fundamental para economizar os investimentos e, ao mesmo tempo, atrair leads que tem interesse real pelo produto ou serviço que você oferece.

Por isso, e a cada dia que passa, esse modelo ganha mais força, já que o poder dado para os anunciantes, e também pelo cenário que se construiu em um mundo tão conectado atualmente, permitem que os anúncios em redes sociais sejam tão relevantes.

...

Sua empresa precisa gerar leads e aparecer para o mercado? Então é hora de repensar suas estratégias de marketing, divulgando sua marca da maneira correta e para o público certo: apostando na força dos anúncios no Google e nas Redes Sociais. Entre em contato conosco e venha bater um papo sem compromisso. 


O que achou dessa postagem?

Nos mande seu comentário, é simples e rápido.

Compartilhe essa Notícia:
Renato Pires - Agência Gênia
Renato PiresAnalista de Business Intelligence

Receba em primeira mão

Cadastre-se e receba as novidades em seu e-mail.

OUTRAS POSTAGENS

Anterior

Quem quer agradar a todos não agrada a…

Proximo

Anuncie de forma mais inteligente:…