Omnichannel

Dicas para implementar Omnichannel no seu negócio

16 de Maio de 2017- Por Cassiel Isla - Redatordicas para implementar em seu negocio

Se você ainda não sabe o que é Omnichannel, clique aqui antes de continuar.

Que Omnichannel é um dos termos mais comentados atualmente, não restam dúvidas. À medida em que o tempo passa, essa estratégia se torna cada vez mais necessária para todos os segmentos, ainda mais em um mundo online e globalizado. Para quem ainda não sabe, como explicado em nosso artigo anterior, Omnichannel é a integração de todos os canais de uma empresa e seu principal intuito é: proporcionar ao cliente uma experiência única, tanto no universo online, como offline. 

O mundo gira e você não pode ficar parado

As informações correm cada vez mais rápido. Os clientes possuem um poder de pesquisa ainda maior. Onde antigamente esperar alguns minutos até uma página web carregar era normal, atualmente mais do que 10 segundos é considerado lentidão. Tudo isso gera maior impaciência do consumidor, que quer resolver seus problemas naquele exato momento. Integrar o Omnichannel ao seu negócio é ir de acordo com o que o mundo está pedindo.

Ao acessar um site integrado com as lojas físicas e outros canais de vendas, inconscientemente você estará dando a resposta que seu cliente tanto busca: praticidade, comodidade e uma experiência única.

Dê o pontapé incial

Claro que mudar essa cultura não é tão simples assim, já que primeiramente você terá que implementar uma série de fatores para que esse modelo realmente funcione. Porém, dar o primeiro passo é sempre a etapa mais importante. Para isso separamos algumas dicas valiosas que irão te ajudar nesta jornada:

Saiba quem é o seu consumidor

Não há como preparar uma estrutura Omnichannel se você não sabe nem ao menos quem é seu cliente. Para isso, é necessário identificar fatores importantes sobre o comportamento dele, como: gênero, localização, grupo demográfico, hábitos de navegação web, hábitos de pesquisa e em quais lojas físicas ele compra.

Em uma época onde o Big Data é bastante discutido, essa talvez seja uma das principais funções do Profissional de Marketing: estudar e mensurar cada ação tomada pelo seu consumidor para de fato conhecê-lo e a partir daí gerar os melhores insights.

Ofereça o que ele quer

Munido de informações precisas sobre o comportamento do seu cliente, o que resta agora é utilizá-las da melhor forma. Um bom exemplo é aproveitar os canais online de maneira otimizada buscando trazê-los para sua loja física. De acordo com uma pesquisa do Google, três em cada quatro consumidores que consideram útil uma informação de varejo na web, estão mais propensos a irem até a loja física.

Então, se por exemplo, existem pessoas buscando um determinado produto no celular, a melhor maneira de apresentar o produto é com uma foto, descrição e preço, além de mostrar onde ele pode encontrar aquele produto fisicamente.

Se coloque no lugar dele

Mais do que saber quem é seu cliente, é fundamental que você também se coloque no lugar dele. Nessa hora, não deduza nada, apenas teste e experiencie cada etapa da compra e interaja com todos os canais disponíveis da sua marca. Sempre que possível, repasse todos os procedimentos regularmente para analisar se a experiência está sendo agradável.

Se um consumidor adquiriu um produto, provavelmente você irá querer considerar isso em seu mercado. Caso ele tenha adicionado algo ao carrinho, mas não finalizou a compra, crie conteúdo para fazer referência a essa intenção de compra. Esses tipos de mensagens trazem muito mais proximidade do cliente com a marca, aumentando seu engajamento, fidelidade e, consequentemente, número de compras.

Crie uma estrutura que apoie o marketing omnichannel

Certamente essa é a parte mais complexa do processo. Depois de ter coletado informações valiosas sobre quem é o seu cliente e quais comportamentos de compra ele tem, você terá que repassar isso para o pessoal da sua empresa. Desse modo, é importante sempre buscar colaboração entre as equipes de marketing, tanto de lojas online como lojas físicas.

Para isso, é importante também acompanhar de perto como as equipes estão preparadas para apoiar um comportamento em diversos canais. Nesse processo, estabeleça métricas que estimulem os funcionários a fazerem a integração entre os canais. Se, por exemplo, você recompensa equipes de loja física apenas pelas vendas internas, consequentemente estará desestimulando eles a levarem os clientes para o meio digital e vice-versa. Por isso, é importante proporcionar recompensas que levem esses funcionários para o omnichannel, caso o contrário o plano nunca sairá do papel.

Como dito anteriormente, o mais importante é começar. Mesmo que a passos lentos, entender quem é o seu cliente e como ele se comporta, certamente é um investimento que irá te beneficiar em toda a jornada do Omnichannel. Então, não perca mais tempo! Coloque a mão na massa e inicie essa jornada.

Gostou do assunto? Confira o nosso terceiro post da série clicando aqui.


O que achou dessa postagem?

Nos mande seu comentário, é simples e rápido.

Compartilhe essa Notícia:
Cassiel Isla - Agência Gênia
Cassiel IslaRedator

Receba em primeira mão

Cadastre-se e receba as novidades em seu e-mail.

OUTRAS POSTAGENS

Anterior

O que é Omnichannel?

Proximo

As prioridades dos consumidores…