Gestão

Andam dizendo que 2015 será um ano difícil.

12 de Fevereiro de 2015- Por Rafael Teles - CEO0

Mas se for mesmo, quem disse que você precisa enfrentá-lo sozinho?

2014 foi considerado um dos piores anos da nossa economia desde a implementação do plano real. Um ano com carnaval tarde, copa do mundo, incertezas levantadas pelas eleições e uma crise financeira mundial que castigou as empresas durante o ano e deixou como herança um 2015 que já começa com baixas expectativas. Há até quem preveja que este ano trará uma crise ainda maior.

Veja bem: ninguém está torcendo para que a tal crise realmente chegue. Até os urubus preferem um céu azul à tempestade. Mas, não há como negar que ela nos tira da zona de conforto, nos faz perceber que nada pode ser dado como garantido, e que somos obrigados a nos adaptar para sobreviver. Quando a água bate na bunda ou você aprende a nadar ou morre afogado. Basicamente é uma questão de escolha.

Desde que mudamos nosso posicionamento e passamos a ser uma agência que busca o aumento de vendas para os nosso clientes e não mais apenas uma agência que faz criações publicitárias com boa estética, o jogo para os nossos clientes mudou. Os clientes que estivemos perto o ano inteiro, trabalhando com muita transpiração, de forma planejada e que a criatividade foi utilizada para solucionar problemas (não só para fazer anúncios criativos que às vezes não são adequados), tiveram resultados expressivos, principalmente por 2014 ser um ano ingrato de um modo geral. Nós também fizemos nossa lição de casa. Em 2014 a Gênia cresceu 63% em faturamento, mudamos a sede da nossa empresa para um local bem maior e criamos 10 empresas (5 delas já saíram do papel e outras 5 sairão este ano).

Escolhemos prosseguir e os nosso clientes que também escolheram estão firmes e preparados para mais um tempo de crescimento ocasionado por eles mesmos e não pela onda do mercado.

Se você sabe que a sua empresa tem potencial, mas de alguma forma está patinando e inclusive você nem sabe o por que, nos chame para conversar.

Realmente uma conversa, sem compromisso comercial. Nossa missão é fazer a economia deste país andar, se pudermos de alguma forma ajudar valerá pelo menos pela nossa causa, é isso que nos move.

Às vezes um direcionamento poderá te dar um oxigênio e você passará a olhar para situações que antes não enxergava (acredite isso acontece muito).

Gostamos muito de café aqui, se você também gostar... Nada como uma boa conversa regada por um aroma inspirador, isso por si só nos gerará ideias, mas se você não gostar também não tem problema, conversarmos e geraremos ideias do mesmo jeito.

Abraço e bom 2015, com novos olhares, muita vontade e acima de tudo capacidade para realizar.

Também nos conte o que você está esperando para esse ano, entre em contato por aqui.

O que achou dessa postagem?

Nos mande seu comentário, é simples e rápido.

Compartilhe essa Notícia:
Rafael Teles - Agência Gênia
Rafael TelesCEO

Receba em primeira mão

Cadastre-se e receba as novidades em seu e-mail.

OUTRAS POSTAGENS

Anterior

O que aprender com o Super Bowl?

Proximo

Se você soubesse como seu consumidor…