Marketing Digital

6 Gatilhos Mentais que Explicam o Sucesso do Nubank

18 de Janeiro de 2016- Por Renato Pires - Analista de Business Intelligence6 Gatilhos Mentais que Explicam o Sucesso do Nubank

No dia 07 de janeiro de 2016 saiu a notícia que o Nubank, empresa brasileira que atua na área de serviços financeiros, atingiu um valor de mercado de 500 milhões de dólares. Além do sucesso da startup, que já conta com mais de 500 mil clientes, e que afirma ter passado pela crise sem senti-la, podemos aprender diversas estratégias já utilizadas no marketing digital, mais especificamente sobre gatilhos mentais.

Entendendo um pouco do nosso cérebro com os gatilhos mentais

Antes de aprendermos com o sucesso da Nubank, precisamos entender um pouco o que são Gatilhos Mentais e como eles funcionam.

Gatilhos Mentais são atalhos utilizados pelo nosso cérebro para tomar decisões. É uma maneira rápida para escolher determinado caminho, dentre várias opções, em situações cotidianas. Esses gatilhos são ativados em momentos chave e determinam o que você irá fazer quando precisar tomar alguma decisão.

Existem mais de 10 tipos de gatilhos mentais, mas vamos listar apenas 6 que são bem nítidos no sucesso do Nubank - e que certamente explicam porque o “cartão roxinho” é objeto de desejo -. Vamos lá:

Qualquer produto ou serviço novo no mercado chama a atenção. Celulares, computadores, carros e televisões, enfim, qualquer lançamento gera interesse e, em alguns casos, faz nosso cérebro interpretar melhor qualidade, só pelo fator novidade;

Altamente ligado com o fato da novidade, um serviço como o do Nubank, que possibilita que qualquer pessoa tenha um cartão de crédito sem ter conta em banco, gera curiosidade. Muitos querem ver como isso funciona, como o aplicativo de celular se comporta e, com isso, tem a chance de serem seduzidos pela ideia. Afinal, o cliente não paga nada para ter o cartão, então a barreira para o teste é derrubada;

Esse gatilho age da seguinte forma: em comparação com outro parâmetro, que é seu ponto de referência, você analisa a situação para saber se está em vantagem ou não. No caso do Nubank, ter um cartão sem vínculo com bancos, sem anuidade, controlado por aplicativo e sem a burocracia por causa de limite e aprovação de documentos, traz um conjunto de benefícios muito grande em relação ao método tradicional aplicado pelas operadoras de cartão de crédito. Comparando o que a startup oferece atualmente, ela é uma grande evolução e vantagem sobre o modelo atual;

Esse é um dos gatilhos mais importantes para a estratégia de sucesso do Nubank. Após todo o buzz inicial, apareceram muitas pessoas interessadas que não conseguiram adquirir o cartão de primeira. Elas entraram em um fila de espera, que aumentou a ansiedade e expectativa, para receber seu cartão. Isso funciona muito bem e já foi utilizado pelo Google, na época do Gmail e Orkut, com muito sucesso. Imagine uma área VIP onde apenas convidados podem ter acesso: isso realmente nos faz sentir especiais quando alcançamos - e adoramos isso;

Após a novidade, curiosidade, referência e escassez, chegou a hora da prova social. Se 500 mil pessoas se interessam por um serviço, isso indica que algo de muita qualidade está sendo oferecido, mas não comprova - como é o caso do extinto Google Wave, por exemplo, que foi um fracasso tremendo após lançamento e buzz inicial. Enfim, o interesse de uma multidão é um facilitador para nosso cérebro, que busca o menor esforço para tomar decisões - e assim focar em outros trabalhos fundamentais.

Por último, temos o gatilho da prova. Apesar do nome confundir-se com a prova social, esse gatilho realmente faz com que você saiba o resultado do produto ou serviço. Isso acontece através de depoimentos, testemunhos, conversas e recomendações de usuários que já utilizaram o que você busca. É, sem dúvida, um dos gatilhos mentais mais importantes, já que os feedbacks serão dados por usuários efetivos. No caso do Nubank, uma busca rápida na internet, em sites como o Reclame Aqui, Redes Sociais e reportagens só reforçam a qualidade do Nubank e justificam seu sucesso atual;

Conclusão (e o quê isso está relacionado Marketing Digital)

Os gatilhos mentais são características de funcionamento do nosso cérebro, que estão presentes mesmo se não quisermos. Entender como funcionam nos colocam em uma grande vantagem competitiva, pois nos antecipam aos comportamentos das pessoas.

Em um mundo cada vez mais competitivo para as empresas, onde o consumidor, muitas vezes, chega bastante informado para adquirir um produto ou serviço, é preciso planejar e estudar novas maneiras para derrubar barreiras entre o interesse e a compra de algo. E o Marketing Digital, então, faz uso agressivo dessas - e de outras - “ferramentas” para atingir o público e colocar empresas melhor posicionadas no mercado.

O que achou dessa postagem?

Nos mande seu comentário, é simples e rápido.

Compartilhe essa Notícia:
Renato Pires - Agência Gênia
Renato PiresAnalista de Business Intelligence

Receba em primeira mão

Cadastre-se e receba as novidades em seu e-mail.

OUTRAS POSTAGENS

Anterior

O que aprender com o Super Bowl?

Proximo

10 Dicas Para Tornar Sua Imagem Mais…